A importância da leitura para escrever bem

A importância da leitura na qualidade de vida
14 de março de 2019
O hábito da leitura diária faz bem para o cérebro
14 de março de 2019
Exibir tudo

A maioria dos vestibulares do Brasil costuma cobrar a produção de uma redação. Há instituições que pedem textos dissertativos, outras cobram a confecção de narrativas ou cartas. Para os estudantes que têm facilidade na arte da escrita, essa prova é considerada tranquila e até prazerosa; entretanto, há aqueles que ficam travados só de pensar em desenvolver algum texto.

Deixando os gostos pessoais à parte, o importante, enquanto vestibulando, é pensar que você deve saber se defender na comunicação escrita independentemente da área que quer seguir. Afinal, em todas as profissões, mais em umas e menos em outras, escrever é necessário. E mais: para passar em alguns vestibulares não é só necessário produzir uma redação, mas também redigir respostas quando são exigidas questões discursivas.

E como escrever melhor? Ler, ler e ler. Ler de tudo, desde livros e jornais, até sites do seu interesse, passando por publicidades e avisos que você vê na rua e, por que não, rótulos de alimentos e até bulas de remédios. Quando você lê, assimila melhor a língua portuguesa, ganha argumentos, tem vontade de se expressar. Escrever é prática, é exercício.

Em época de redes sociais, em que a quantidade e rapidez das publicações ficam em primeiro plano, muitas vezes escapam erros de português por falta de atenção e, também, por falta de leitura. Sim, os brasileiros estão lendo menos. Conforme pesquisa da Federação do Comércio do Rio de Janeiro, feita em 70 cidades de nove regiões metropolitanas e divulgada no início deste mês, 70% dos brasileiros não leram livros em 2014.

Lembrando que com você, vestibulando, isso não pode acontecer, já que grande parte das universidades exige a leitura de obras literárias nos processos seletivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *