Os 13 livros favoritos de Barack Obama

Todos os anos, Barack Obama compartilha a sua lista de filmes, séries e livros preferidos do ano que passou. Em 2021, o ex-presidente dos EUA começou pelos livros e elegeu seus 13 favoritos. Entre eles está Trapaça no Harlem (HarperCollins), de Colson Whitehead, dono de dois Pulitzer. É o único da lista publicado no Brasil, com tradução de Rogerio W. Galindo. No livro, Whitehead ambienta a história de Ray Carney na Nova York dos anos 1960, mais especificamente no Harlem, que tanto marcou a cultura e a sociedade americana com questões sobre racismo e segregação.

A lista fica completa com Matrix, de Lauren Groff; Cloud cuckoo land, de Anthony Doerr; How the word is passed, de Clint Smith; These precious day, de Ann Patchett; The final revival of Opal & Nev, de Dawnie Walton; Crying in H Mart, de Michelle Zauner; The Lincoln Highway, de Amor Towles; Aftershocks, de Nadia Owusu; Invisible child: poverty survival & hope in an American city, de Andrea Elliott; Crossroads, de Jonathan Fanzen; The love songs of W.E.B. Du Bois, de Honoree Fanonne Jeffers, e Beautiful country, de Qian Julie Wang.

Além da lista com os seus livros favoritos, Obama resgatou outras indicações que fez ao longo de 2021. Entre eles, está Irmão de alma (At night all blood is black), de David Diop – vencedor do International Booker Prize 2021 e um dos destaques da última Flip. Por aqui o livro foi publicado pela editora Nós com o título original do francês. Também fazem parte das indicações: Klara e o Sol, de Kazuo Ishiguro, aqui publicado pela Companhia das Letras; Devoradores de estrelas (Suma), de Andy Weir; Sob um céu branco (Intrínseca), de Elizabeth Kolbert; e When we cease to understand the world, do chileno Benjamín Labatut, o único latino-americano da lista.

Fonte: Publishnews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Iniciar conversa
Precisa de ajuda?