Livro que mostra crianças em navio negreiro é retirado do mercado

Neste sábado (11), a Companhia das Letras publicou uma nota pedindo desculpas pela publicação do livro infantil Abecê da liberdade, que conta a história do abolicionista Luiz Gama. Isso se deu por causa de um trecho do livro, no qual o narrador em primeira pessoa fala sobre como havia sido sua viagem de navio negreiro da África até a América.

“Eu, a Getulina e as outras crianças estávamos tristes no começo, mas depois fomos conversando, daí passamos a brincar de pega-pega, esconde-esconde, escravos de Jó (o que é bem engraçado, porque nós éramos escravos de verdade), e até pulamos corda, ou melhor, corrente”, diz o trecho. Junto ao texto há uma ilustração das crianças brincando.

imagem

“Lamentamos profundamente que esse ou qualquer conteúdo publicado pela editora tenha causado dor e/ou constrangimento aos leitores ou leitoras. Assumimos nossa falha no processo de reimpressão do livro, que foi feito automaticamente e sem uma releitura interna, e estamos em conversa com os autores para a necessária e ampla revisão”, declarou a Companhia das Letras.

A obra tem autoria de José Roberto Torero e Marcus Aurelius Pimenta e ilustrações de Edu Oliveira. Originalmente, foi lançada pelo selo Alfaguara Infantil, da editora Objetiva, e passou a integrar o portfólio da Companhia das Letrinhas na reimpressão.

Segundo a Companhia das Letras, a venda e o fornecimento do livro foram imediatamente interrompidas assim que as recentes críticas ao conteúdo surgiram. “Esta edição agora está fora de mercado e não voltará a ser comercializada”, afirma.

Fonte: Revista Galileu

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Iniciar conversa
Precisa de ajuda?